Textos

Sobre compras internacionais, impostos e a Operação Maré Vermelha

Sempre que faço uma compra em algum site internacional fico tensa, contando os dias e as horas até o produto chegar. Sério, o porteiro daqui do prédio onde moro nem dá mais “boa tarde” quando eu chego da faculdade, já diz logo “ainda não chegou, jovem Carol!”.

Faz quase três meses que espero uma encomenda do eBay, a única compra que está pendente no momento. Esse período de espera é um pesadelo, fico pensando que nunca vai chegar, que a mercadoria foi desviada, que se chegar virá com defeito, ou pior: que vou ter que ir na Receita Federal pagar a taxa de importação.

Já tinha melhorado um pouco esse panicozinho de “vixi, gastei dinheiro e não vou receber o produto nunca!” quando finalmente chegaram as minhas comprinhas da MakeupMania. Mas depois que vi esse post no De Marcela Para Ana, fiquei mais tensa do que antes: a Receita começou a tal Operação Maré Vermelha. Devido ao número crescente de importações, a fiscalização de produtos importados, como vestuário, calçados, brinquedos, eletroeletrônicos, bolsas, artigos de plástico e artigos de toucador, aumentou.

Sim, eu até entendo que o objetivo é evitar fraudes, como esses U$42 mil que foram apreendidos em forma de óculos de sol e relógios falsificados da China, mas daí tributar 100% (ou quase isso) sobre produtos de maquiagem e beleza (algo que antes era feito por amostragem) para valorizar a indústria nacional?

Como é que eu vou comprar certos “produtos de toucador” de marcas brasileiras se esses produtos simplesmente não existem? Ou, quando existem, não possuem uma qualidade boa ou um preço condizente com o que o produto promete? Não estou querendo dizer que é impossível encontrar produtos nacionais bons, mas que alguns produtos só existem lá fora. E quando é possível encontrá-los aqui, não existe uma grande variedade de opções. Por exemplo, você já deve ter reparado a (não) variedade de cor de base de qualquer marca nacional. Até mesmo a Duda Molinos, que vende corretivos com fundos diferentes (rosado, amarelado e neutro, algo inexistente nas outras marcas nacionais) não disponibiliza uma cor clara, quase branca, como a MAC Face & Body White.

Correios: O que eu quero é evitar a fadiga!

Esse artigo aqui na Gazeta do Povo explica em termos econômicos como essa medida paliativa não adianta mais, é preciso investir em infraestrutura, pesquisa e formação de mão de obra qualificada. É preciso também investir nos Correios e acabar com o tratamento péssimo que eles dão às nossas encomendas (e ao consumidor!).

O jeito mesmo é pagar esses impostos, esperar o dobro de tempo para receber os produtos (quando chegam) e não ficar enviando e-mails para as lojas internacionais pedindo reembolso ou reenvio da mercadoria, se não elas param de vender de vez produtos para cá, como fez a Everyday Minerals. A parte mais engraçada de todas é quando você faz as contas e, mesmo com todos os impostos finais, ainda sai mais em conta comprar os produtos no exterior.

Saiba mais:

You Might Also Like

4 Comments

  • Reply
    Rebeca Patrício
    27 de abril de 2012 at 11:31 AM

    o Jaiminho no fim ficou hilário! assunto polêmico esse, dá pra discutir bastante.

  • Reply
    Akemi Toma
    27 de abril de 2012 at 11:54 AM

    Carol… você despertou meu ódio. Porque ainda acho que o Brasil é um país absurdamente capaz, inteligente e eficiente, mas governado por pessoas preguiçosas e gananciosas. Nós temos toda a mão de obra e aparato para conserguimos produzir todos os produtos que importamos, aliás, nós exportamos essa mão de obra por falta de oportunidades aqui. O que nos falta é a abertura do nosso governo em investir nessas áreas… "Ah! Mas isso dá muito trabalho! É bem mais fácil cobrar uma série de impostos sem eira nem beira. O povo não tem opção mesmo" é isso que eu acredito que vem a mente de um político. Porque ele pode muito bem pegar seu jatinho e fazer suas comprinhas internacionais. Enquanto não deixarem investir no que deve ser investido. Abrir concorrências (porque isso gera competição, que gera pro cliente algo quase inexistente aqui… ESCOLHA!), e acima de tudo, dar um jeito nos Correios, ou fecha/privatiza/abre concorrência.
    Desabafei agora.

  • Reply
    Rebeca Patrício
    29 de abril de 2012 at 1:52 PM

    ihuuul! o/

  • Reply
    Carolina Patrício
    29 de abril de 2012 at 2:43 PM

    Akemi, pode desabafar à vontade por aqui! Essa era a inteção do post mesmo, porque dá uma raiva muito grande de como essas medidas só querem mesmo é tapar o sol com a peneira. O pior de tudo é que o dinheiro para investir existe, mas simplesmente não é aplicado do jeito certo! E a limitação das opções é a pior parte, pessoas com alergias, por exemplo, acabam tendo que comprar sempre lá de fora. 🙁

Deixe uma resposta